Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

19 junho, 2007

my secret garden ( Adagio, Albinoni)

O Jardim

Secreto é o jardim da vida,
Onde fica?
Lá no ermo ou aqui perto?
Segredo secreto segredado
Em secretismos banais,
Irrisórios, pueris e senis.
O nosso jardim, é aqui…
No segredo vivo e quente,
Do labutar, do morrer, do nascer,

E, sobretudo do viver.

12 comentários:

CNS disse...

Belo jardim de palavras, o teu.

Bjs

Mateso disse...

Muito sensibilizada pela tua primazia. Agradeço-te o calor e ternura, manita. Um beijo.

isabel mendes ferreira disse...

in.secreto se como tu for visto/visitado assim.



beijo.

cm disse...

linear, solto e directo...muito bom

Cris disse...

Obrigado pela visita


:)

Cris

seilá disse...

desvaneço-me com as palavras que me deixas! embalo-me nas que aqui me dás. :)

un dress disse...

...


e sobretudo da coragem dos dias


...



*

Mateso disse...

Isabel,
Obrigada pela visita ao meu cantinho.
O jardim...secreto revisitado... somos sempre nós....
Bj.

cm,

Obrigada pelas tuas palavras, uma vez mais.

Cris,
Obrigada pela tua visita, também.

Seilá,
Agradeço a tua visita e folgo que te sdintas um pouco embalada.
bj.

Un-dress,
A coragem dos dias, como dizes, é
a metáfora mais árdua...
Obrigada.
Bj.

Abssinto disse...

Tenho vivido num jardim de inverno. Secreto até para mim, ainda hoje.

musalia disse...

que surpresa! esta peça de música é a que, habitualmente, me acompanha no meu trabalho!
belissimo o som do violino...
:)

Mateso disse...

Os jardins de inverno, são no meu pontode vista,os mais belos...raros eplenos de encanto.Conserva-o.
Um bj.

Mateso disse...

Musalia,
Esta peça é algo de divinal,o somdo violino embala os sentidos e liberta a mente com encanto...na minha opinião.
Bj.