Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

19 outubro, 2012

Manuel António Pina


. . Algumas Coisas

A morte e a vida morrem
e sob a sua eternidade fica
só a memória do esquecimento de tudo;
também o silêncio de aquele que fala se calará.

Quem fala de estas
coisas e de falar de elas
foge para o puro esquecimento
fora da cabeça e de si.

O que existe falta
sob a eternidade;
saber é esquecer, e
esta é a sabedoria e o esquecimento.

Manuel António Pina, in "Aquele que Quer Morrer"

5 comentários:

Selma Barcellos disse...

Fica seu legado poético. Imensa perda, Mateso.

Selma Barcellos disse...

Fica seu legado poético. Imensa perda, Mateso.

Mar Arável disse...

Não morreu o Poeta

C Valente disse...

Repouse em paz quem na vida soube sofrer
Saudações amigas

Maria do Sol disse...

O esquecimento é apenas um escudo de defesa. é portanto fictício.