Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

18 julho, 2010


O sorriso

Creio que foi o sorriso,

sorriso foi quem abriu a porta.

Era um sorriso com muita luz

lá dentro, apetecia

entrar nele, tirar a roupa, ficar

nu dentro daquele sorriso.

Correr, navegar, morrer naquele sorriso.

Eugénio de Andrade

..
Posted by Picasa

3 comentários:

tiaselma.com disse...

Mateso, que lindeza... Que poema fantástico... Drop of joy.

Beijocas!

alice disse...

são palavras que até podem fazer-noos chorar... beijinhos.

Mar Arável disse...

Vai perdoar-me utilizar o blog
para dizer que por qualquer razão que me ultrapassa o seu comentário no meu ultimo poema não entrou

BJS TANTOS