Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

27 julho, 2009

Mercier (Merce) Philip Cunningham (16 de Abril, 1919 – 26 Julho, 2009) um dos mais influentes coreógrafos do século XX e símbolo da avant-garde americana durante mais de 50 anos. Merce Cunningham foi também considerado um dos maiores bailarinos americanos.




4 comentários:

tiaselma.com disse...

Ah, Mateso, por que gênios assim desaparecem? Pina, Cunningham... Pairam agora, gaivotas mágicas que são, lá no Azul onde nossos olhos não alcançam? Assim não vale!

Beijocas, querida.

Teresa Durães disse...

não o conhecia....

Miosotis disse...

... também fiquei triste ao ler esta notícia!
Depois de Pina Bausch, Merce Cunningham... temo a 'simbólica do 3'...

Grandes figuras têm desaparecido em número de 3, nos últimos anos, 'Mateso' :(

Mais do um enorme bailarino americano, ele foi universal! E assim, permanecerá!

Um beijo,

Austeriana disse...

Cunningham contraria o lugar-comum de que não há insubstituíveis. Bom post!