Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

05 fevereiro, 2008

Check out my Slide Show!

«NINGUÉM SE CONHECE»
Francisco Goya

13 comentários:

Rui Caetano disse...

A imagem é de uma grande originalidade. O carnaval tem destas fantasias tão bonitas.

Maria P. disse...

Magnífica sequência.

Beijos*

Mário Margaride disse...

Belíssimas imagens! E não menos belíssima música!

Beijinhos...

Jardineira aprendiz disse...

Talvez a coisa mais difícil seja mesmo tirarmos as máscaras :)

Bjs

mixtu disse...

arte...
e ninguem se conhece, ou melhor, poucos nos conhecem e poucos se conhecem...

abrazo serrano desde o Mali

un dress disse...

sento-me e sinto-me:

a desconhecer.

e depois sem medo: a reconhecer.





.beijO

Maria Laura disse...

Lindíssimo. Uma cair de máscaras de uma sensibilidade única.

carteiro disse...

Soube-me tão bem este Verdi que aqui deixaste!!! :)
Um beijinho.

gabriela r martins disse...

não nos conhecemos ,mas conhecemos os outros
ou
pelo menos pensamos que sim.

um beijo ,miúda!

[ como me soube bem ,chamar.te ,hoje ,miúda ]

Gi disse...

Já ontem tinha visto as imagens, são muito belas.

Quanto à frase acrescentaria "totalmente" porque difícil mesmo de conhecer são os nossos limites. Todos nós já fizemos algo de que não tinhamos consciência de sermos capazes. Eu aprecio essa capacidade de nos surpreendermos, até a nós próprios.

Um beijo

gasolina disse...

Uma explosão de cor captada por olhares sensíveis.

Belissimo!

E tu soubeste aprisonar estas imagens para no-las oferecer.
Muito obrigado.

Tudo neste azul é de uma beleza tão grande que temo sempre pela sua fragilidade.

Um beijinho

Andreia Ferreira disse...

Muitas vezes, diga-se que nem eu própria! ***

Mateso disse...

...por isso tenta várias máscaras, umas mais verdadeiras do que outras.
Obrigada pela vossa atenção.
Beijo.