Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

25 agosto, 2007

Eduardo Prado Coelho
29 de Março de 1944 a 25 de Agosto de 2007
Eduardo Prado Coelho ...Porque uma primeira frase é sempre uma decisão, um corte no silêncio, no não-dito, naquilo que existe de acomodatício na soma de rasuras e interdições de que somos feitos..."
in Diário de Notícias, 2 de Novembro de 2003
Cartas a D. José Policarpo

6 comentários:

gasolina disse...

Meu querido Professor.

Como estou magoada por dentro!

Obrigado pelo tributo.

Um beijo

Abssinto disse...

Apanhado de surpresa, quando soube. As suas críticas literárias ajudaram-me a escolher alguns grandes livros para comprar. Parece que ainda o vejo numa daquelas camas do Lux, praticamente a ter sexo com uma moçoila. Bon vivant, hora de descansar essa cabecinha.

Paulo Sempre disse...

Um grande "HOMEM". Levou o nome de FERNANDO PESSOA...além fronteiras...
Em França fez em trabalho excelente.

Abraço
Paulo

gabriela r martins disse...

mais de luto ficam as letras lusas ... fica.nos ,porém ,o sortilégio dos silêncios repartidos pelas leituras .e as recordações

.
.

já reparaste como a ceifa anda tão perto de nós?

.

um beijo ( arrepiado )

C Valente disse...

Mais um HOMEM, escritor e poeta, Cada vez estamos mais pobres , com o que vimos cada vez tipo comida r�pidamservi�o instantaneo, e fazem falta os grandes vulto da cultura j� de si t�o pobre
Sauda�es amigas

Mateso disse...

A todos,

Uma grande perda.
Abraços.