Quem sou eu

Minha foto
Alguém que ama a vida e odeia as injustiças

30 junho, 2007

A Verdade

. A verdade

Palavra aberta,forte,cuspida e magoada.
Sentimento enroscado nas entranhas do palco
Da vida.
Dor sofrida na boca do amor,nos lábios do desejo,
Lágrima caída no rolar da notícia.
Verdade,
Crença do Homem livre , do Homem novo
Que corre por entre o relâmpago da vida,
Na busca perdida do mote,da razão, da clave
Do sentido do ser.
Verdade,
Julgada, ditada, enganada, criada pela lei,
Dos homens, pelas mentes conspícuas,
Pelos desejos esmagados, pelos afectos perdidos.
Verdade,
Sózinha, parida ,dorida e ferida
A vida, a nossa vida.

.

7 comentários:

CNS disse...

Estará a dor na verdade, ou nos olhos que se teimam em cegar para não sofrer?

Mateso disse...

Cns,
Também é Verdade.
Bj.

un dress disse...

traduzo a verdade:

ser verdadeiro...!!




:)

Maria P. disse...

Que sitío agradável o teu, parabéns.

Bjos*

gasolina disse...

Poema cru. Como a verdade.
Com uso de adjectivos de alguém que sabe muito bem manejar a pátria lingua.

Foi mais uma visita, mais um encher de alma, mais uma promessa de regresso.

Como gosto de aqui vir!

Um beijo, fica bem, e grata pelas tuas palavras no meu canto.

Rebirth disse...

A verdade... a verdade é como o bem e o mal, é como o eu e o tu, é uma ideia com que todos nascemos mas não sabemos dizer onde começa e onde acaba, não conseguimos medir, não conseguimos travar.
Disso é feita a nossa vida, do procurá-la, do perdê-la, do senti-la... do ocultá-la...

Um sentido agradecimento pela visita, pelo apoio... pela verdade das tuas palavras.

Bjs,
Rebirth

inês leal, 31 anos à volta do sol disse...

a verdade pode ser uma lâmina afiada ou uma flor...* eu tento que ela se torne sempre raíz, caule e pétalas...***